Select Menu

Join Us

Random Posts

Design

Artigos

Imagens

Propagandas

Entretenimento

Vídeos

Humor

» » » » » » Mais médicos: incompetência ou implicência

É essa a aula que os Mais Médicos receberam do Padilha? São esses os "melhores médicos"? São médicos mesmo? É assim que médico escreve?
1) Imagem:
Descrição: "Paciente refere dor hemitórax direito que piora com a inspiração, com a tosse e ao se agachar de mais (nota: assim mesmo, "de mais" separado). de 1 semana de evolução e que vai piorando cada dia. Refere também dispnéia" (sic para tudo)

Hipótese diagnóstica da "Mais Médicos": "Possível Pneumotórax"

Autora da Pérola: "Dra" (por conta própria) Andréia Leite de Lucena Arruda Miranda, PMM RMS 240.0006, "selecionada" para o "inóspito" e "interior, quase um semi-árido" município de Natal-RN. Brasileira formada na Espanha, na desconhecida Universidade de Extremadura. Inscrita no Revalida pela UFMT, tomou pau na prova. Se inscreveu no Mais Médicos, que deveria levá-los ao interior desprovido, mas está atendendo em Natal, capital de Estado e pólo turístico do Nordeste. 

Ela tentou o Revalida em 2011, tentou e 2012 e ai entrou pelo Mais Médicos, sem Revalida, em 2013:


O encaminhamento acima mostra que o problema do Mais Médicos não é "xenofobia", é "incompetência" mesmo. Esses países ibéricos como a Espanha sempre reservam 5% de vagas para estrangeiros em faculdades de menor qualificação ou fama. Os que voltam são os que não tem família lá ou querem se especializar aqui no Brasil, devido aos preços de fora. Olhem o preparo desses "colegas", mal sabem relatar uma história clínica, como se vê acima.

A hipótese não está de toda errada, dada a pobreza do relato da Mais Médica. Chama a atenção que não descreve nenhum exame físico (ausculta?). Só "refere, relata, cita...". Mas a principal hipótese para um dor torácica unilateral, há 7 dias, com agravo à inspiração e tosse e que evolui com piora progressiva é derrame pleural, não pneumotórax, que costuma ser mais intensa e aguda, inclusive na dispnéia.

Resumo da ópera: Escrevem pior que leigos, não sabem hipóteses diagnósticas, não examinam nem "apalpam", sequer sabemos se são médicos de verdade, são incompetentes e é um risco grave à saúde coletiva do país esse programa continuar operando.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário

Leave a Reply